Ter bons indicadores para realizar a avaliação de desempenho de equipes é um importante passo. Com isso, é possível gerenciar melhor o time de trabalho, impulsionando-o ao alcance de resultados cada vez mais robustos.

Os indicadores aplicados em cada empresa podem variar bastante, de acordo com suas prioridades internas e externas, mas a grande maioria está ligada à produtividade da equipe, resultados de vendas e ao cumprimento das metas.

Pensando nisso, decidimos criar um post para você. Hoje, vamos te mostrar alguns dos indicadores mais usados e explicar como isso pode ser implementado.

1. Nível de satisfação dos clientes

O bom atendimento deve ser uma prioridade para qualquer empresa, pois isso atrai e fideliza novos consumidores. A questão é: como saber se seus funcionários estão atendendo com qualidade o público alvo do negócio?

Nesse caso você pode acompanhar o nível de satisfação dos clientes, um dos indicadores mais utilizados no mundo. Para isso, realize questionários de satisfação e peça que seus clientes avaliem (de forma quantitativa) o atendimento recebido.

Transforme esse questionário em um relatório, compartilhe-o com os colaboradores. Se possível, ofereça feedbacks de forma individual a cada colaborador e mostre o que eles precisam fazer para otimizar a qualidade do atendimento.

2. Valor médio das vendas

O valor médio de vendas é um dos indicadores mais importantes, especialmente para demonstrar os resultados da equipe comercial. Quando o valor está baixo demais, significa que os funcionários estão dando muito desconto ou não estão agregando valor ao serviço.

Para encontrar o ticket médio é muito simples, basta dividir o faturamento bruto da empresa (ou unidade de negócio) pelo total de vendas do mesmo período. Com isso terá um importante indicador em mãos, compartilhe-o com sua equipe.

Estipule uma meta de ticket médio, a qual deve ser perseguida por todos. Diga a sua equipe que o objetivo não é apenas prospectar novos clientes, mas fechar transações que sejam realmente rentáveis para a companhia.

3. Nível de absenteísmo

Esse indicador busca analisar o número de faltas dentro da empresa. Quando esse número é elevado, o negócio está perdendo dinheiro, mão de obra e sobrecarregando os demais funcionários. Então também é importante acompanhá-lo.

Para definir o nível de absenteísmo de cada funcionário, monitore o número de faltas ao longo de determinado período. Depois, crie um ranking com os funcionários que mais faltaram. Chame-os em particular e ofereça um feedback de melhoria.

Ao aplicar essas dicas conseguirá ótimos dados para uma avaliação de desempenho da equipe. Assim, poderá tomar importantes decisões — como promover, treinar ou demitir alguém — de forma estratégica e eficiente.

4. Taxa de efetividade das vendas

Você já parou para imaginar quantas das propostas feitas são condensadas em vendas reais? Esse é um importante indicador de desempenho dos colaboradores, mas poucas vezes é realmente acompanhado pela empresa.

Para encontrar a taxa de efetividade das vendas, basta dividir o número de vendas concluídas pelo total de propostas de vendas (orçamentos) elaborados.

Imagine que emitiu 500 orçamentos no mês de abril. Destes, apenas 65 foram efetivados em vendas. Nesse caso, a taxa de efetividade é de 13%.

Agora que está por dentro do assunto e sabe como realizar a avaliação de desempenho das equipes de funcionários, aproveite para continuar aprendendo.

Curta nossa página no Facebook e fique sempre por dentro das novidades! 

Escrito por Testing Company