SEO technology flat illustration with laptop and icons. eps10

Alguns materiais são fundamentais para determinadas áreas: assim como o portfólio está para o arquiteto, por exemplo, o cronograma para o gerente de projetos, o briefing de TI é um documento essencial para aqueles que querem desenvolver um projeto de qualidade.

Em breves palavras, o objetivo do briefing é descobrir aquilo que o cliente deseja, o que precisa e também o que deve ser feito para alcançar seus objetivos. Ele vai facilitar os trabalhos dos profissionais de TI e reduzir as chances de retrabalho.

Portanto, o briefing para TI tem como atribuição servir de guia documental do projeto, abrangendo, de modo simples e organizado, tudo aquilo que é necessário para atender as restrições do empreendimento.

Acompanhe os tópicos seguintes e saiba mais sobre o briefing para TI!

O que é briefing?

Um briefing é um documento que agrega informações relacionadas a uma atividade específica. Entre as áreas que utilizam esse material, podem ser destacados os segmentos de publicidade, marketing, relações-públicas, design, e, é claro, TI.

Sua função principal é discriminar uma série de informações sobre um produto, serviço ou software em fase de desenvolvimento, por exemplo, a fim de encontrar a melhor maneira para comercializá-lo e seguir com seu plano de produção.

É importante ter em mente que o briefing deve ter o nível de detalhe adequado para que todas as etapas e estratégias sejam determinadas da melhor forma possível e o resultado seja atingido com mais velocidade e proximidade da perfeição.

A elaboração de um briefing é uma tarefa, geralmente, de responsabilidade dos gestores, devendo ser devidamente compartilhado com os subordinados, para que eles, de fato, compreendam quais são as restrições demandadas.

Como criar um briefing para TI?

Se tratando da prestação de serviços de TI, um briefing pode ter diferentes atribuições, afinal, a tecnologia da informação contempla uma infinidade de vertentes. Quer dizer, em geral, são todas as tecnologias aplicadas na coleta, armazenamento, compartilhamento de informações e automação de processos.

E, como não poderia ser diferente, esse recursos devem ser muito bem implementados, levando-se em consideração cada uma das suas peculiaridades, tais como, software, hardware, área de abrangência, o público-alvo, entre outras particularidades.

Por exemplo, se o serviço a ser prestado é o de desenvolvimento de um novo site, é muito importante levantar exatamente todas as páginas que o site terá qual estilo, layout e referência etc.

É importante também determinar as datas de entrega do projeto, inclusive, estipular os prazos para determinadas partes do escopo. Isso evita que se perca o controle das pendências, otimizando o acompanhamento e, consequentemente, a finalização das tarefas.

O briefing de TI como ferramenta essencial

Mais do que um registro de informações, o briefing de TI deve servir como uma ferramenta, sendo, então, utilizado para anotações e para que nele sejam destacadas as partes mais importantes.

Sendo assim, de forma nenhuma o briefing deve ser usado somente no início e depois arquivado em algum lugar. Usá-lo, de forma efetiva, ao longo de todo o processo, fará com que o projeto tenha um resultado muito melhor.

Finalmente, é importante lembrar que devem ser movidos os devidos esforços para a elaboração de um documento de qualidade, do contrário, um briefing mal feito pode significar retrabalho, refletindo em perda de tempo e desperdício de outros recursos.

Agora que você já conhece as características de um bom briefing, que tal aprender como desenvolver um planejamento estratégico de TI? Confira esse post sobre o tema!

Escrito por Testing Company