70304-como-calcular-o-roi-em-ti

Investir em TI já faz parte das abordagens comerciais de várias empresas. Para garantir o máximo de retorno, gestores podem identificar o impacto que uma ferramenta terá a médio e longo prazo e, assim, escolher as melhores aplicações para a companhia. Isso é feito por meio de indicadores como o ROI, que consideram uma série de fatores para calcular o retorno de um investimento.

Se você quer saber mais sobre uso do ROI na tecnologia da informação e como ele pode ser integrado às políticas de gestão de TI, veja o nosso post de hoje!

O que é o ROI?

Sigla para Return Over Investment, algo que em português pode ser traduzido como Retorno Sobre o Investimento, o ROI é um indicador utilizado por empresas para avaliar como investimentos afetam o negócio. No ambiente de TI, ele auxilia o empreendimento a identificar as soluções com maior potencial de gerar receitas e otimizar a rotina de um setor. Assim, a corporação pode escolher a ferramenta com o maior custo benefício, maximizando os seus lucros a médio e longo prazo.

Como uma empresa calcula o retorno sobre um investimento?

Uma fórmula simples para o cálculo do ROI em TI é dividir o retorno líquido de um investimento pelo valor gasto na aquisição da solução como uma porcentagem. Veja a fórmula abaixo:

ROI % = (receita obtida – custo do investimento)/(custo do investimento x 100)

Em alguns casos, outros pontos podem ser levados em consideração, tornando a avaliação do ROI menos quantitativa. Nesse caso, características do investimento que afetam indiretamente as receitas, como o ganho de produtividade e satisfação do consumidor, também são inseridas no cálculo do ROI.

Ao mesmo tempo, analistas também devem considerar fatores internos, tal como o aumento do engajamento de profissionais.

Essa abordagem é feita pois o investimento em TI nem sempre afetará diretamente as receitas do negócio. Uma ferramenta de cloud storage, por exemplo, pode ser implementada para aumentar a colaboração entre profissionais.

Consequentemente, ao trabalhem de forma integrada, o nível de qualidade de projetos e serviços será ampliado e tornará o negócio mais competitivo.

A importância de compreender o ROI de cada investimento

O ROI tornou-se um indicador de grande importância para empresas que procuram novas formas de atender a seus clientes. Ele maximiza a capacidade do negócio realizar investimentos de alto retorno, tornando as suas rotinas eficientes e inovadoras.

Quando o negócio enfrenta muitos problemas relacionados a gargalos operacionais, por exemplo, ele pode utilizar o ROI em TI para avaliar como uma ferramenta conseguirá ampliar o nível de integração e produtividade de cada setor.

Assim, o investimento realizado será capaz de identificar qual solução consegue otimizar os processos internos com mais precisão.

Antes de realizar um grande investimento, o ROI também deve ser utilizado. Em projetos que envolvem toda a infraestrutura de TI, por exemplo, a empresa deve ter uma visão abrangente sobre o impacto da ferramenta a médio e longo prazo.

Nesse sentido, calcular o ROI pode ser considerado uma estratégia para que os gestores consigam compreender todos os fatores que serão afetados por uma solução durante a sua vida útil.

Ao mesmo tempo, caso o negócio opte por novas ferramentas, o ROI conseguirá auxiliar na decisão entre uma visão conservadora (apenas otimizar a infraestrutura existe) ou uma que opte por grandes mudanças.

Por meio do histórico de indicadores internos e o cálculo dos possíveis ganhos com a aquisição de um serviço, analistas podem escolher a estratégia de maior retorno. Em outras palavras, a empresa não fará escolhas apenas por instintos, mas também por processos de analise precisos e eficazes.

Como a sua empresa avalia o ROI em TI que ela realiza? Conta pra gente nos comentários.

 

Escrito por Testing Company