O termo “Responsividade” já se tornou comum entre desenvolvedores, pois cada vez mais os sistemas são acessados através de diferente dispositivos, como por exemplo, desktops, notebooks, tablets, smartphones, entre outros.

Neste contexto, tanto aplicações web quanto mobile devem ser compatíveis com diferentes tamanhos de tela e navegadores. Existem inclusive situações em que é necessário desenvolver uma versão específica para mobile devido à limitação de espaço (área de visualização) e recursos.

Com o mercado cada vez mais competitivo as empresas precisam garantir que falhas não irão causar a insatisfação dos usuários e comprometer a Confiabilidade dos projetos.

Por isso, listamos a seguir algumas situações que costumamos detectar em projetos digitais quanto à responsividade. Acompanhe.

1. Quebra de layout

Para aplicação web mobile, geralmente o nosso trabalho se inicia realizando a verificação de como a aplicação se comporta no ambiente desktop nos principais navegadores . Finalizada essa etapa, iniciamos a avaliação em smartphones, tablets, etc.

Nesse momento geralmente identificamos que um layout apresentado perfeitamente em um contexto é apresentado totalmente “quebrado” em outro, comprometendo desta forma a visualização das informações e o design projetado.

Isso também se aplica para aplicativos mobile nativos em que a comparação é realizada entre diferentes dispositivos e sistemas operacionais.

2. Diferenças na visualização horizontal

Muitas vezes identificamos que uma aplicação funciona corretamente quando utilizada na orientação vertical. Porém, ao alterar para a horizontal algumas funcionalidades tornam-se impossibilitadas de serem utilizadas comprometendo a navegação neste modo.

Por exemplo, um botão pode ser exibido sobreposto em relação a outro componente da tela, textos serem exibidos com formatação incorreta, componentes serem exibidos desalinhados, entre outras situações.

Já identificamos situações em que certos componentes, como por exemplo, os botões de mídias sociais simplesmente não eram exibidos neste modo. Portanto, a dica aqui é avaliar se o sistema deve suportar ambas as formas e, se for o caso, realizar as alterações necessárias.

3 – Baixa precisão de componentes

Em smartphones, a navegação torna-se comumente limitada fazendo com que alguns elementos percam a precisão ao toque limitando a interação com os mesmos, comprometendo desta forma a experiência do usuário em relação ao aplicativo.

4 – Problemas quanto à exibição das Informações

Devido às limitações já mencionadas em relação a aparelhos e sistemas operacionais mobile, um ponto de atenção a ser considerado é a exibição de imagens e textos neste ambiente.

Imagine um sistema de mobile commerce em que a imagem e descrição do produto não são exibidas correta e totalmente. Nesta situação, caso o cliente encontre alguma dificuldade para usar o aplicativo e que possa inviabilizar a compra a chance deste procurar a concorrência é grande.

Para finalizar, essas foram apenas algumas situações encontradas em nossos projetos em relação à responsividade e que podem comprometer a Qualidade e Confiabilidade de projetos digitais.

Existem diversas ferramentas que simulam diferentes resoluções de telas para testar o seu site, sistema ou aplicativo.

Porém, nada como poder contar com uma empresa especializada na Avaliação da Qualidade para lhe ajudar a Entregar um produto Confiável e que atenda as expectativas do Projeto.

Gostou do post? Compartilhe nas redes sociais e não deixe de baixar os nossos materiais gratuitos !!

Escrito por Cristiano Baumgartner