startup business people group working everyday job  at modern office

A gestão do conhecimento integra a teoria da organização, estratégia de gestão e sistemas de informação, interagindo, sobretudo, com os fatores críticos para sucesso da empresa em um ambiente de crescente mudança e inconstância.

Para as empresas mais arrojadas, a gestão do conhecimento coletivo já é concebida como uma competência fundamental para o desempenho organizacional, tendo como base as competências e experiências individuais de cada profissional.

Dessa forma, a gestão do conhecimento tem um papel estratégico de crescente importância nas empresas, da mesma forma que os sistemas de informação, já que esses lhe dão apoio.

Acompanhe os tópicos seguintes e entenda melhor a relação entre os sistemas de informação e a gestão do conhecimento!

O que é a gestão do conhecimento?

A gestão do conhecimento consiste na capacidade de administrar, encontrar e mapear as formas de utilizar o conhecimento para colocar a organização em posição de vantagem competitiva.

Tendo em vista a necessidade de se manter em um mercado cada vez mais competitivo, as empresas devem aplicar a gestão do conhecimento para modernizar e potencializar a sua capacidade de coletar, gerar e compartilhar informação, agregando-a em seus produtos ou serviços.

Afinal, os registros e transferências de informações, que integram a gestão do conhecimento, viabilizam que as organizações desenvolvam produtos e serviços de forma cada vez mais veloz, em compasso com as tendências e necessidades de seus públicos de interesse.

Os sistemas de informação na gestão do conhecimento

As competências fundamentais e o conhecimento coletivo se baseiam em dados de negócio (conhecimento e experiências) que não necessariamente podem ser mensurados ou mesmo restringidos, por exemplo, em um banco de dados do departamento ou da empresa.

Desse modo, a gestão do conhecimento deve atuar de forma a identificar, encontrar, desenvolver e implementar sistemas de informação que ofereçam suporte a comunicação empresarial e a troca de conhecimento e experiências.

Portanto, implementar ferramentas que otimizem a colaboração e a união das pessoas, gerando um enriquecimento intelectual e a inovação do negócio pode ser a estratégia adotada.

Afinal, como se pode perceber, o papel a ser desempenhado pelos sistemas de informação é também estratégico. Isto é, auxiliar no desenvolvimento do conhecimento coletivo e do aprendizado contínuo, facilitando o compartilhando e tratando de problemas, apresentando perspectivas, ideias e soluções.

Para tanto, as estratégias de gestão do conhecimento devem se concentrar em criar mecanismos que viabilizem aos profissionais manterem contato uns com os outros, otimizando a troca de experiências, o trabalho em equipes multidisciplinares e também o mapeamento e monitoramento da participação de cada membro.

Enfim, os sistemas de informação e comunicação devem ser desenvolvidos e usados em prol da facilitação de atividades essenciais a evolução do negócio, por exemplo, na resolução de problemas e na geração de inovação.

Isso quer dizer que as ferramentas devem ser capazes de fornecer meios para que os indivíduos possam remover ofensores, criar protótipos e oferecer soluções.

Apenas para ilustrar, manter um portal de Intranet, implementar recursos de busca eficientes e soluções de integração de informações, alimentar um banco de dados de lições aprendidas e usar sistemas de mensagem instantâneas são alguns exemplos de soluções que podem ser utilizados em prol da gestão da conhecimento.

Gostou deste post ? Que tal assinar a nossa newsletter e se manter atualizado quanto as postagens que publicamos regularmente?

Escrito por Testing Company