34472-o-que-e-roi-e-como-calculalo-em-ti

Afinal, o que é ROI? Para entender essa sigla (Return of Investiment), é preciso saber que em qualquer investimento espera-se um retorno. O ROI ou Retorno do Investimento é uma métrica muito utilizada por gestores, que também serve para medir o retorno de um investimento em soluções de TI para melhorar a operação de uma empresa.

Neste post, vamos mostrar como avaliar o ROI em TI e entender a sua importância. Então, vamos lá?

Por que aplicar o ROI?

Cada vez mais os gestores entendem a importância de aplicar soluções em TI para suportar suas operações e automatizar processos. Porém, investimentos em TI não são baratos e geralmente os projetos mais importantes e impactantes para a organização levam no mínimo 6 (seis) meses para acontecer. Diante deste cenário, apresentar o real ganho com esses investimentos e justificá-lo é um grande desafio. Por ser constantemente utilizado para medir a eficiência de um projeto, o ROI é muito útil também no setor de TI e em mensuração de projetos de TI.

Como determinar o ROI em TI?

Os ganhos com investimento em TI geralmente são indiretos e não aparecem necessariamente no balanço fiscal, ou seja, podem ser notados em fatores como aumento na produtividade dos colaboradores e melhoria do ambiente interno, o que dificulta o seu cálculo. O ideal é medir o ROI relacionando os retornos conferidos pelo crescimento da organização em determinadas áreas após a implantação de soluções de TI.

Entretanto, existem alguns fatores que devem ser considerados para determinar o ROI em TI. Confira!

Descubra o custo com os profissionais envolvidos

Quando você decide por um projeto de TI, é perfeitamente possível saber quantos profissionais estarão envolvidos, seja eles da equipe interna ou terceiros. Nesse caso, levante os custos de cada profissional e as horas dedicadas ao projeto. Além disso, considere os custos envolvidos com deslocamento, alimentação e até mesmo treinamentos desses profissionais.

Considere a curva de aprendizado

Para o aprendizado de um novo processo ou tecnologia, leva-se tempo. Transforme esse tempo em valor, multiplicando o período necessário para o aprendizado pelo custo/hora profissional.

Defina o tipo de atuação profissional

Em determinadas situações, optar pela terceirização de serviços para uma empresa especialista no assunto é mais interessante do que realizar a tarefa “em casa”. A terceirização de serviços de TI tem mostrado suas vantagens. Vale a pena medir o seu ROI considerando esta opção. A alta curva de aprendizado tem sido um dos fatores que pesam na escolha pela terceirização.

Entenda que tempo é dinheiro

É extremamente importante ter uma visão clara de prioridades. As horas gastas em implementações de TI devem ser alocadas de acordo com a urgência. Caso haja urgência e for de grande relevância, o ROI passa a ser mensurável em razão da real necessidade.

Descubra como a operação pode ser afetada pelas mudanças

Talvez uma das formas mais assertivas de medir o ROI em TI é avaliando as mudanças geradas após o investimento. Soluções em TI impactam diretamente na operação e na execução dos processos internos. Estimar antecipadamente como a solução pode impactar na operação é um bom indicador para a medida do ROI.

Analisando estas e outras variáveis como perspectiva de defasagem tecnológica, custos com suporte e customização e ganho/perda de produtividade é possível diminuir os riscos com o investimento em soluções de TI e mensurar de forma mais assertiva o ROI.

Se você se interessou pelo assunto de medição do ROI em TI, e tem experiências para compartilhar, não deixe de enviar o seu comentário. Até o próximo post!

Escrito por Testing Company