Em 2012, no auge da crise econômica instaurada na Europa, o outsourcing de TI passou a ser adotado com mais amplitude na região. Uma pesquisa da Lieberman Software, revelou que 71% das empresas consultadas o praticavam para se manter tecnologicamente competitivas.

Assim, o outsourcing de TI, que já era uma prática conhecida, passou a ganhar ainda mais destaque em todo o mundo. Tanto que, de acordo com a consultoria IDC, em 2013 já movimentava mais de R$ 12 bilhões no Brasil. E mais: um relatório do Everest Group, publicado no início de 2016, coloca o país como um dos principais destinos deste tipo de serviço em todo o mundo.

Agora, o que é outsourcing de TI? Quais são seus benefícios? Uma ótima forma de entender este conceito é desmistificando os mitos criados em torno dele. E é isso que nos propomos a fazer neste artigo. Continue lendo!

O que é outsourcing de TI

De acordo com o glossário de TI do Gartner, outsourcing de TI “é o uso de prestadores de serviços externos para entregar soluções de TI efetivas”. Também pontua que o outsourcing de TI ajuda as empresas “reduzir custos, acelerar o tempo de mercado e tirar proveito dos conhecimentos, ativos e/ou propriedade intelectual externos”.

Em outras palavras, outsourcing de TI é como é chamada a terceirização de TI. É um conceito que abrange a contratação de fornecedores para que eles entreguem soluções, infraestrutura, equipamentos e serviços.

Entre os principais benefícios do outsourcing de TI, destacam-se:

  • Redução de custos: custo fixo definido em um acordo de níveis de serviço; não necessidade de contratação de colaboradores internos etc;

  • Melhorias na qualidade dos serviços: o fornecedor possui expertise no serviço que presta;

  • Mão de obra especializada: garantia de disponibilidade dos profissionais;

  • Melhorias na produtividade: o fornecedor aplica boas práticas testadas e aprovadas, está sempre atualizado tecnologicamente.

Esclarecendo 4 grandes mitos sobre outsourcing de TI

Para continuar entendendo como o outsourcing de TI pode ser uma excelente estratégia para sua empresa, veja, a seguir, a desconstrução dos principais mitos sobre ele:

Mito 1: Outsourcing de TI serve apenas para grandes empresas

Apesar das grandes empresas terem sido pioneiras nesta prática, o outsourcing de TI pode ser aplicado (e oferece benefícios) para empresas de todos os portes. E a quantidade de novas empresas especializadas em prestar serviços de TI de forma terceirizada faz com que a gama de ofertas não pare de crescer.

Mito 2: Outsourcing de TI tira o controle das mãos do gestor

A perda do controle talvez seja uma das maiores objeções dos gestores de TI quando se trata do outsourcing. Acontece que não ter tudo sendo feito internamente (pela equipe contratada) não significa perda de controle.

Pelo contrário, com um acordo bem estabelecido, com níveis de serviços bem desenhados, o gestor não só garante o controle sobre os processos como também ganha mais tempo para se dedicar a uma atuação mais estratégica.

Mito 3: Reduzir custos é o único motivo pelo qual as empresas praticam outsourcing de TI

Como já argumentamos no início do artigo, são diversos os benefícios da prática do outsourcing. No entanto, há ainda quem acredite que a redução de custos é o único motivador. Não é verdade.

Conforme a TI ganhou status de estratégica dentro das empresas, e conforme os negócios foram se tornando mais globalizados, o outsourcing assumiu outras facetas. É por meio dele que, muitas vezes, projetos complexos são executados, pois os fornecedores conseguem reunir com muita agilidade um time certificado e qualificado; também possuem conhecimento para executar tarefas que as empresas não dominam totalmente.

Mito 4: Outsourcing de TI não agrega valor ao negócio

Contratar serviços externos para substituir mão de obra interna, acreditam alguns gestores, acaba fazendo com que o negócio perca valor. Este é outro mito que não se sustenta, pois o avanço dos serviços de TI é o grande potencializador da valorização dos negócios.

Quanto mais amparada tecnologicamente uma empresa está, mais valor ela ganha, pois se torna mais preparada para lidar com desafios, além de ser mais competitiva e inovadora.

O que você achou destes mitos sobre o outsourcing de TI? Para entender um pouco mais, leia: Outsourcing de TI: por que devo investir?

Escrito por Testing Company